quarta-feira, 6 de abril de 2011

Etiqueta em casa: como receber bem seus convidados!

Dicas para você proporcionar um encontro memorável!

Olá amigas leitoras! Como vocês percebem estou escrevendo um pouco menos no blog porém tentarei escrever com mais regularidade! Adoro poder compartilhar boas dicas com vocês! Hoje finalizarei a série de posts sobre etiqueta social como algo realmente interessante. As vezes desejamos fazer pequenas reuniões em casa para receber aqueles quem gostamos e queremos bem. Seja para um jantar ou mesmo para um drink é essencial receber bem, com carinho e atenção.

É por isso que resolvi deixar esse tema, recebendo em casa, por último. Comecei com os cumprimentos que são o inicio de uma relação interpessoal e fui tratando de temas comuns do dia a dia social. Logicamente que não tratei o tema com profundidade, dei apenas algumas dicas básicas para você não fazer feio em algumas situações, sobre etiqueta social há muito o que falar e há coisinhas chatas e às vezes desnecessárias uma vez que o bom senso deve conduzir nossas atitudes!

Receber convidados em casa pode ser mais simples do que se imagina. Os relacionamentos sociais dos dias de hoje são mais baseados na cordialidade do que no formalismo, fato que acaba incentivando a volta da recepção em casa.

Mas o que fazer para receber bem amigos e parentes? Ora, para aprender a receber nada melhor do que... receber. Para quem não tem experiência, é preciso conhecer regras básicas. Saber como colocar a mesa é quase tão importante quanto ter um bom cardápio.

Receber não é mais lançar mão de uma série de regras rígidas de etiqueta e oferecer jantares com inúmeros pratos e muita formalidade. Você pode receber para um almoço, jantar, um drinque de maneira descontraída e bem planejada.

O que é necessário então para uma boa recepção? Bom, além de carinho e criatividade, é preciso que você tenha em casa um mínimo de utensílios necessários. Atenção: não é preciso gastar muito, o importante é ter elementos certos, combinados e apropriados para as ocasiões.

Compondo a mesa

Como receber em casaConheça alguns tipos de materiais empregados na fabricação dos aparelhos que compõem a mesa.

  • Porcela: as peças de porcelana são translúcidas e não porosas e são duras e resistentes. Não quebram com facilidade. A porcelana dá um aspecto de beleza e sofisticação à mesa e são, preferencialmente, usadas em ocasiões mais especiais.
  • Louça: a louça tem uma aparência opaca e porosa e quebram com alguma facilidade. Porém, quando de boa qualidade se assemelham a porcelana. São indicadas para uso diário e recepções informais.
  • Cerâmica: são peças grossas, pesadas e possuem diversas formas, cores e desenhos. Seu uso é indicado para festas informais em ambientes rústicos e modernos.
  • Refratários: normalmente apresentam um estilo mais rústico e podem ser levados ao forno, geladeira e freezer. Por sua praticidade, são indicados para o uso diário.
  • Vidros: as peças de vidro são transparentes e possuem leveza e brilho, o que permite o realce da toalha e outros elementos. São peças resistentes e não se lascam com facilidade.
  • Plásticos: normalmente são coloridos e bem arrojados. Não lascam e nem desbotam, mas podem reter gordura e ficarem riscados e manchados com o tempo. São ideais para o uso diário, principalmente para áreas externas.
  • Madeira: peças rústicas e práticas, não se quebram e, depois de lavadas, com um pouco de azeite ficam como novas. Churrascos, saladas e frios combinam com essas peças.
Talheres

Para escolher um faqueiro é preciso levar em consideração alguns aspectos. Ele deve estar em harmonia com o aparelho de jantar, copos e acessórios. É preciso observar também o peso e a estabilidade, isso é importante para que o uso dos talheres não seja desconfortável.

Os talheres de prata são muito luxuosos e requintados, mas os mais populares e práticos são os de aço inoxidável devido ao fato de não precisarem de cuidados especiais na limpeza e conservação.

Um faqueiro é constituído basicamente:

  • Facas e garfos grandes para os pratos principais e facas e garfos médios para entradas e saladas.
  • Talheres de peixe.
  • Garfos para aperitivos.
  • Colheres de sopa.
  • Colheres médias para consommé e colheres médias para sobremesa.
  • Colheres para chá, café, sorvete e cafezinho.
  • Garfo e faca para frutas.
  • Acessórios: colher de arroz, conchas, talher para servir saladas, trinchantes, pinças, espátulas.
Copos, cálices e taças

Como receber em casaOs copos, taças e cálices possuem diversas formas e variedades que variam de acordo com a bebida e quantidade. O material de fabricação dos copos também define sua qualidade. Os mais nobres são os de cristal, indicados para ocasiões especiais, e os mais tradicionais são os de vidro, para uso diário por serem mais resistentes.

Os copos podem ser divididos em grupos. Os altos e sem pé, usados para cerveja, água, suco, leite e drinques longos. As taças de pés médios e alto são usadas para todos os tipos de vinho, champanhe e coquetel. Os cálices são usados para servir licor, vinho do Porto e conhaque.

Um jogo de cristal simples se ajusta com a qualquer tipo de serviço – moderno, antigo, funcional ou clássico. Copos trabalhados não combinam com pratos e talheres modernos.

Copos especiais
  • Conhaque: cálice em forma de balão com a boca menor que o fundo. Esse formato permite a manutenção do sabor e do buquê.
  • Espumante: taça em formato triangular devido ao gás que se desprende da bebida.
  • Cerveja: taças grandes que podem ser de cristal, metal, porcelana, cerâmica.
  • Drinques longos: devem ser copos de altura maior do que a comum e são próprios para bebidas misturadas com refrigerantes.
  • Coquetel: copos menores que podem ser usados para martinis e uísque com gelo.

As taças de champanhe são muito boas para servirem sobremesas cremosas e geladas e salada de frutas também.

Arrumando a mesa

Como receber em casaA arrumação da mesa deve ter equilíbrio e simetria em sua composição. As toalhas devem ser bem escolhidas de acordo com o tipo de recepção e sempre destacar os elementos de composição e não ser o destaque da mesa.

Quando a ocasião exigir formalidade, opte por toalhas brancas e bordadas em tecidos de linho, renda ou organdi. As estampadas de algodão, brim ou poliéster devem ser usadas em encontros informais apenas.

A forração da mesa deve ser feita da seguinte maneira. Primeiro se coloca um forro de feltro ou flanela para proteger o tampo de madeira e, em seguida, a toalha. Os pratos e talheres devem ficar a uma distância para que os convidados não se toquem.

Uma mesa pode ser ornamentada com flores, frutas ou velas. Mas lembre-se: todo arranjo deve ser baixo para não atrapalhar a conversa entre as pessoas..

Tipos de serviço

Como receber em casaPara se servir almoço e jantar as formas mais conhecidas são à americana, à francesa ou familiar. A escolha varia de acordo com a formalidade da ocasião.

Serviço à francesa: é um serviço cerimonioso, sofisticado e exige conhecimento por parte de quem recebe e dos empregados envolvidos. Em ambiente familiar esse serviço deve ser usado para, no máximo, doze pessoas.

Os convidados se assentam em lugares determinados pela dona da casa e a mesa já deve estar posta. Geralmente, os anfitriões ficam na cabeceira da mesa e os casais separados. Intercale sempre homens e mulheres.

Como receber em casaServiço à americana: a refeição fica em um bufê onde são facilmente servidas. Os pratos e talheres podem ser arrumados em uma mesa ou empilhados no mesmo local onde está exposta a comida. É um serviço informal e prático, mas que não perde o charme nem a elegância.

A bebida pode ser servida enquanto os convidados se alimentam ou por cada um individualmente. Da segunda maneira, ofereça a primeira rodada e informe que eles mesmos deverão se servir.

Como receber em casaServiço familiar: é um serviço muito comum entre nós quando recebemos convidados íntimos. As travessas são colocadas no centro da mesa e os talheres são dispostos conforme os lugares.

A dona da casa, ajudada pelo marido e filhos, deve servir os convidados. No caso de número maior de pessoas, a anfitriã deve convidar cada um a se servir.

Em casa é comum termos lugares marcados, mas devemos sempre ceder os melhores lugares às visitas.

Outros tipos de serviço
  • Café da manhã: apesar de não ser um serviço muito habitual, ofereça uma bela mesa para os convidados. A mesa pode ser composta por utensílios mais artesanais e um delicioso chocolate quente no inverno e frutas variadas no verão é uma boa surpresa.
  • Brunch: o brunch vem se incorporando na nossa cultura e pode ser definido como uma refeição entre café da manhã e almoço. Pode ser uma refeição informal ou em comemoração a uma ocasião especial. O cardápio inclui produtos de café e de almoço.
  • Chá da tarde: é uma opção para receber amigos de uma maneira mais requintada. A mesa deve estar bem montada e o cardápio é composto por salgadinhos, chás, geléias, bolos. Não deve ser servido nada antes do chá.

 

fonte de algumas informações: portal emprego e renda

Um comentário:

  1. Nossa dicas valiosas! as vezes vamos receber e ai surge a duvida! Muito bom o post! parabéns!

    ResponderExcluir